• Life,  PT,  Rambling,  Work

    O lado triste de quando emigras e ninguém te diz (PT)

    Quando és inicialmente confrontado com a ideia de emigrar, das duas uma: ou sabes que é temporário e que eventualmente voltas para o teu País ou então vais com a ideia de “vamos ver no que dá”, sabendo perfeitamente que a possibilidade de te instalares permanentemente no estrangeiro é real. A forma como estas duas possibilidades são abordadas tem um grande peso na forma como te relacionas com os teus amigos. Não digo família, porque tradicionalmente nós, Portugueses, somos bastante chegados à família e isto não acontece. No meu caso, emigrei com a segunda ideia mencionada acima. Vim para Inglaterra sabendo perfeitamente que a ideia de regressar a Portugal era…

  • Life,  PT,  Rambling

    Francisca (PT)

    Vi hoje um vídeo que se chama “Cuerdas”. É uma curta-metragem em Espanhol que ganhou o Prémio Goya 2014 e deixou-me varrida em lágrimas desde o início porque me lembrei da Francisca. A minha Mãe trabalhou para a EDP durante muitos anos. Por esse motivo, eu (e o meu irmão) tínhamos direito às Colónias de Férias que eram desde os 6 aos 16 anos. Tenho a sorte de ter ido todos os anos. Eram duas semanas sempre vividas ao máximo! Algumas vezes íamos com amigos dos anos anteriores e com quem trocávamos cartas durante o ano e combinava-se o turno e o Campo para onde queríamos ir no ano seguinte. Havia…